Documentário Entre Marujas e Marujos

Tradição popular com 220 anos, a Marujada Bragantina, festividade em homenagem ao São Benedito, padroeiro do município de Bragança, se tornou uma manifestação cultural muito abordada em estudos acadêmicos. Exemplo disso é documentário Entre Marujas e Marujos, trabalho produzido por Graziela Ribeiro, convidada desta edição do Escurinho do Cinema.

O ponto central da obra é um estudo sobre os trajes utilizados na celebração. Marujas e marujos narram sua própria história, refletindo sobre o traje típico que representa a expressão religiosa e os costumes de um povo que utiliza a manifestação popular para contar e passar suas tradições.

Na conversa com o apresentador Joel Cardoso, Graziela Ribeiro conta que a ideia de fazer o documentário surgiu de sua tese de doutorado que está sendo elaborada para o Programa de Pós-Graduação em Artes. Durante os estudos, encontrou características culturais ligando o conhecimento histórico ao uso das vestimentas tradicionais.

De acordo com pesquisadora, as fitas são elementos muito importantes do traje, e além de ornamentar os chapéus das marujas, homenageiam os 14 escravos que fundaram a irmandade de São Benedito, responsável pela organização da festividade.

No bate-papo, Graziela também aborda questões como os conhecimentos transmitidos de geração em geração, analise da indumentária, aspectos culturais e históricos, além do processo de produção e pós-produção do documentário, a receptividade do público e muito mais. Para saber mais sobre o doc Entre Marujas e Marujos, não perca esta edição do Escurinho do Cinema.

Apresentação: Joel Cardoso
Produção e roteiro: Graziela Ferreira
Gravação e montagem: Genard Silva

O Escurinho do Cinema vai ar todo sábado, às 17hs.
Horários alternativos: Domingo, às 20hs; terça-feira, às 17hs; e quinta-feira, às 14hs.

Compatilhe !

Id:4116