Jornal Corrente do Bem

Ajudar o próximo é uma atitude que muita gente tenta praticar no dia a dia, e nos pequenos gestos está a nobreza desse sentimento tão imprescindível: a solidariedade. Ser solidário é gratificante e se caracteriza pela doação de si e do seu tempo a dividir o sentimento do outro e, de alguma forma, tentar diminuir ou amenizar o problema.

Atualmente há cerca de 200.000 organizações não-governamentais ONGs em atividade no Brasil. Mas além delas, muitos projetos atuam de forma independente. E é sobre esse assunto que trata o jornal “Corrente do Bem”, produzido pelos alunos de Comunicação Social – Habilitação em Jornalismo de 2014.

Dentre os projetos apresentados no programa está o ‘Enfermágicos’, voltado para educação e saúde, que usam a alegria e diversão como ferramentas educativas para amenizar o tempo de espera para atendimento em hospitais orientando sobre a higienização correta das mãos, uma das principais formas de prevenção do vírus H1N1.

Uma mensagem de incentivo pode mudar a vida de muita gente, e é acreditando nisso que o ‘Ajude com Palavras’, um projeto que leva textos positivos a pacientes e acompanhantes na espera pelo atendimento médico, por meio de telas instaladas em hospitais. E tem como foco a humanização e a comunicação e em ambientes hospitalares, com mensagens enviadas do mundo inteiro pela internet.

Você sabia que uma bolsa de sangue pode salvar até quatro vidas? Por isso é importante ser um doador. Desde fevereiro o número de doações de sangue no Pará diminuiu 40 %. O projeto ‘Mãos Dadas’ tenta mudar esse quadro que atua para conscientizar a população a doar sangue e chamar novos voluntários.

Programa de número: 349