Vanusa

Nesta edição do Memória Musical, relembre a trajetória artística de Vanusa, uma das grandes vozes da Jovem Guarda.

Vanusa Santos Flores nasceu em 22 de setembro de 1947, na cidade de Cruzeiro (SP), mas a infância e adolescência foram vividas em cidades de Minas Gerais. Desde jovem, se interessou pela música, aprendeu a tocar violão e, aos 16 anos, já se apresentava profissionalmente em uma banda local. Em um desses shows, chamou a atenção do empresário Sidney Carvalho que a convidou para seguir carreira solo.

Com o convite, Vanusa se mudou para São Paulo, onde vivenciou a transição cultural que o Brasil passava na época. Entre os anos 1950 e 1960, a juventude brasileira foi muito influenciada pela televisão e pelo contato com a cultura de outros países, principalmente o rock. Foi nesse contexto que surgiu a Jovem Guarda, que se valeu dos meios de comunicação para popularizar artistas como Roberto Carlos, Erasmo Carlos, Wanderléa, Ronnie Von, Vanusa, entre outros.

A primeira apresentação de Vanusa na TV foi em 1966, no programa “O Bom”, da extinta TV Excelsior. Logo, ela conseguiu contrato com uma gravadora, com a qual lançou o primeiro hit “Pra nunca mais chorar” e uma série de discos autointitulados.

Desde o primeiro álbum, lançado em 1968, Vanusa também compunha. Além disso, ao longo da carreira, estabeleceu parcerias com outros artistas, como Belchior e Mário Campanha, que lhe renderam grandes sucessos. Em mais de 50 anos de carreira, foram 20 álbuns lançados e mais de três milhões de discos vendidos.

Neste programa, você conhece mais da vida pessoal e artística de Vanusa, além de recordar sucessos como ‘Mudanças”, “Mundo Colorido”, “Paralelas” e “Manhãs de Setembro”.

Apresentação e direção: Isabelly Risuenho e Fabrício Queiroz
Produção e roteiro: Victor Lorran
Gravação e montagem: Felipe Rocha
Direção: Elissandra Batista e Fabrício Queiroz

O Memória Musical especial Vanusa vai ao ar na sexta-feira, às 21h.
Horários alternativos: Sábado, às 21h, e quarta-feira, às 21h.

Compatilhe !

Id:8701