Waldick Soriano

Nesta edição do Memória Musical, relembre a carreira do cantor e compositor Waldick Soriano, um dos maiores ídolos da música popular brasileira e considerado como um dos reis da música brega.

Eurípedes Waldick Soriano nasceu em 13 de maio de 1933. Seu envolvimento com a música começou na juventude, nessa época, apesar da pouca instrução, já compunha suas próprias canções e as apresentava em quermesses e festinhas na igreja de sua cidade natal, Caetité (BA). A inspiração veio de seus ídolos Nelson Gonçalves, Orlando Silva e Lupicínio Rodrigues.

No final dos anos 1950, em São Paulo, Waldick Soriano adotou o visual que se tornaria sua marca registrada: paletó e chapéu pretos e óculos escuros, inspirado no personagem de faroeste americano Durango Kid. Com um repertório de boleros e sambas-canção que falavam de relações amorosas, desilusões e dores-de-cotovelo, o artista foi criticado e até chamado de “Frank Sinatra dos pobres”.

O cantor morreu, aos 75 anos, em setembro de 2008, vítima de complicações provenientes de um câncer de próstata, porém seu legado musical, marcado por 80 discos e mais de 500 canções compostas, permanece vivo com sucessos como “Eu não sou cachorro não”, “A carta”, “A dama de vermelho” e “Se eu morresse amanhã”.

Para conhecer mais da vida e obra da cantor Waldick Soriano, não perca esta edição do Memória Musical.

Apresentação: Roberta Pureza e Helando Fragoso
Produção e roteiro: Roberta Pureza
Gravação e montagem: Lauro Feio
Supervisão e edição: Elissandra Batista e Fabrício Queiroz

O Memória Musical vai ao ar às sextas-feiras, às 17h e 23h.
Horários alternativos: sábado, domingo e terça-feira, às 13h e 22h.

Compatilhe !

Id:5841