Jogos Educativos

Diante da tela do computador ou do celular, um universo de possibilidades se abre para crianças e adolescentes. O entretenimento por meio de jogos tecnológicos é realidade para muitas pessoas em idade escolar, mas se engana quem pensa que jogos podem ser usados apenas para a diversão. Professores têm apostado na tecnologia para despertar a atenção dos alunos e garantir melhor aprendizado de conteúdos didáticos por meio de jogos educativos.

O uso desses recursos como ferramenta educativa é o assunto desta edição do UFPA Ensino.  Participam do programa a professora Adrilayne Araújo, coordenadora do projeto de extensão “Jogos Digitais Educativos no Ensino/Aprendizagem de Estudantes de Escolas Públicas do Entorno da UFPA” e a estudante do curso de Ciência e Tecnologia da UFPA, Verena Ribeiro. A estudante e outros alunos do curso criaram o jogo educativo “Sábio: uma aventura ecológica”.

O projeto, coordenado pela professora Adrilayne Araújo, atende crianças e adolescentes entre 9 e 12 anos. O objetivo principal é que no final das aulas, os estudantes saibam como usar o computador, uma vez que a maioria do público-alvo usa mais o smartphone. Para a professora, além da diversão, os jogos possibilitam o contato com conteúdos que fazem parte da vida escolar.

“Nós percebíamos que as crianças buscavam muito os jogos no computador. Existem várias ferramentas que são gratuitas e que podem ser usadas dentro da sala de aula. Esse ensinamento para os alunos é bem interessante porque eles olham a matemática, olham o português, as ciências de uma forma que eles nunca tinham visto que é a partir de jogos, jogos simples como cobrir, desenhar, coisas bem básicas, mas que é extremamente rico pra eles”, conta.

Verena Ribeiro também ressalta como os jogos costumam chamar a atenção das pessoas. Esta observação foi feita a partir do cotidiano na própria faculdade. “Sempre que a gente coloca um jogo ou algo que tenha entretenimento, o pessoal quer jogar, quer aprender, quer entender um pouco mais aquele universo”, afirma a estudante.

Por isso, a equipe de alunos decidiu construir um jogo para divulgar graves problemas ambientais, como desmatamento e poluição das águas e do ar, por exemplo. Assim, surgiu o “Sábio: uma aventura ecológica”. O jogo foi criado para alunos do ensino fundamental e já foi testado em uma escola privada em Belém. O app pode ser baixado pela Google Play.

A partir das experiências das convidadas, saiba como jogos podem ser facilitadores do processo de aprendizagem na educação básica nesta edição do UFPA Ensino.

Apresentação: Fabrício Queiroz
Produção e roteiro: Erlane Santos
Gravação e montagem: João Nilo Ferreira

O UFPA Ensino vai ao ar todas as quartas-feiras, às 10h e 21h.
Horários alternativos de exibição: sexta-feira, às 19h. / Sábado, às 21h.

Compatilhe !

Id:3154