Alfabetização: práticas educativas e cotidianas

Alfabetização: práticas educativas e cotidianas é o tema desta edição do UFPA Entrevista que recebe a professora Carmem Sanches Sampaio, da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO).

Carmem Sampaio é idealizadora do Fórum de Alfabetização, Leitura e Escrita (FALE), evento inicialmente realizado no Rio de Janeiro e que em 2018 chegou à Belém em uma iniciativa do Laboratório Sertão das Águas (LASEA), do Instituto de Educação Matemática e Científica (IEMCI).

No programa, a professora reflete sobre a necessidade do diálogo entre as diferentes instituições e níveis de ensino. Carmem questiona principalmente a existência de uma certa autoridade da Universidade em relação ao ensino básico. “Eu sempre senti a relação da Universidade com a escola base como uma relação muito vertical […] quem está na escola básica é como se tivesse que depender da Universidade pra construir conhecimento”, afirma.

Foi nesse sentido que surgiu o FALE que desde o começo tem como princípio a interação entre um(a) docente do ensino básico e um(a) do ensino superior. A ideia é que cada um possa falar sobre o trabalho realizado em suas respectivas áreas, tendo como referência as práticas de alfabetização que valorizam as experiências do cotidiano. “O FALE é sempre uma conversa com os professores, a gente não quer algo ‘para’,a gente quer ‘com’ a gente, quer encontro”.

Confira mais detalhes sobre o FALE, as linhas e grupos de pesquisa em que a professora Carmem Sanches Sampaio, além de conhecer diferentes estratégias para a alfabetização nesta edição do UFPA Entrevista.

Apresentação: Fabrício Queiroz
Produção e roteiro: Graziela Ferreira
Gravação e montagem: João Nilo Ferreira
Supervisão e edição: Elissandra Batista e Fabrício Queiroz
Foto: Arquivo Agência Belém

O UFPA Entrevista vai ao ar segunda-feira, às 15h.
Horários alternativos: Terça-feira, às 19h; quarta-feira, às 15h; e quinta-feira, às 19h.

Compatilhe !

Id:4071