Projeto Meros do Brasil

Quem nunca se emocionou com o filme “Procurando Nemo”? Na produção da Disney, o peixinho é capturado por um mergulhador e levado para um lugar longe de seu hábitat natural. Assim como Nemo, milhares de peixes são capturados todos os dias.  No entanto, a pesca de algumas espécies é proibida por lei. O mero é um exemplo.

No UFPA Entrevista desta semana conheça o projeto Meros do Brasil que reúne pesquisadores de cinco estados ao longo do litoral brasileiro, entre eles o Pará. O objetivo é conhecer e preservar a espécie que sofre com a pesca predatória e a poluição. Este peixe pode pesar até 400kg e viver mais de 40 anos. Participam do programa o coordenador dos pesquisadores do Meros Brasil em Santa Catarina, Leonardo Bueno; além do Mestre em Engenharia de Pesca e pesquisador do projeto no Estado do Pará, Luciano de Jesus; e a estudante de graduação em ciências biológicas e estagiária do projeto em Bragança, Viviane Santos.

Leonardo Bueno explica que o projeto começou no Estado de Santa Catarina e depois se expandiu para outros estados no litoral do país. O pesquisador destaca a importância a conscientização ambiental para a preservação da espécie. Esse também é um dos pontos abordados pelo Mestre em Engenharia de Pesca, Luciano Jesus, que afirma que em Bragança, por exemplo, a pesca do Mero é muito comum.

Para combater a prática, a equipe do projeto no município aposta em ações de educação ambiental realizadas principalmente em escolas do município. Segundo a estudante Viviane Santos, “a maioria dos pais desses alunos que nós visitamos nas escolas são pescadores. Então, as crianças já têm conhecimento sobre os meros, onde vivem, em que época do ano eles são mais frequentes, onde compra, por exemplo”. A equipe, então, faz um trabalho de conscientização, para ensiná-las a importância de não pescar o mero ressaltando seu papel no ecossistema aquático.

Para saber mais sobre as ações e as perspectivas do projeto Meros do Brasil, não perca esta edição do UFPA Entrevista.

Apresentação: Fabrício Queiroz
Produção e roteiro: Erlane Santos
Gravação e montagem: João Nilo Ferreira e Karla Guimarães
Supervisão e edição: Elissandra Batista e Fabrício Queiroz
Foto: Projeto Meros do Brasil

O UFPA Entrevista vai ao ar todas as segundas-feiras e quartas-feiras, às 15h, e nas terças e quintas às 19h.

Compatilhe !

Id:5526