Desenvolvimento sustentável e Meio Ambiente

“Falar de desenvolvimento sustentável é algo muito complexo. É um termo utilizado a partir da década de 1970, sempre pensando na próxima geração, no que vamos fazer para não poluir tanto o meio ambiente e como vamos fazer para conseguir limpá-lo”, destaca o professor de geografia Bruno Heleno sobre o tema desta edição do UFPA na Madrugada: “Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente”.

Nos últimos anos, muito tem se falado sobre desenvolvimento sustentável e sustentabilidade. Mas o que realmente esses termos querem dizer? A sustentabilidade busca o equilíbrio entre a natureza, o uso suficiente dos recursos naturais e a melhoria da nossa qualidade de vida.

Já o desenvolvimento sustentável visa aliar a preservação do ecossistema, o desenvolvimento social das comunidades e o crescimento econômico. Há um histórico de discussão em torno do tema, que vem sendo pensado desde a I Conferência das Nações Unidas sobre o Homem e o Meio Ambiente, ocorrida na Suécia.

“Na Conferência de Estocolmo, chamou-se a atenção para a questão do buraco na camada de ozônio e buscou-se acordos com chefes de estados para conseguir pensar algo para o futuro. Foi quando começou a discussão sobre desenvolvimento sustentável e poluição, já que, desde o século XVIII produzia-se massivamente, poluía, mas não se pensava que isso teria uma espécie de retorno para a natureza”, explica o professor.

Outros eventos importantes como a ECO-92 (Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento), no Rio de Janeiro, e a assinatura do Protocolo de Kyoto, em 1997, no Japão, serviram como base para trabalhar o conceito de desenvolvimento sustentável e meio ambiente, com a ajuda das grandes mídias.

“A ECO-92 tratou do desenvolvimento sustentável como algo a se pensar nas gerações futuras, sobre o que estávamos fazendo com o planeta naquele período. Já o protocolo de Kyoto foi assinado por vários países, mas nenhum obteve sucesso nesse tratado. Houve uma grande crítica, pois não teve nenhuma medida punitiva para esses países”, conta Bruno Heleno.

O professor alerta para a conscientização da preservação do meio ambiente, pois todo ato que coloque em risco a natureza e o meio ambiente, vai colocar em risco o mundo todo. “Em alguns lugares, as consequências serão mais agravantes. Em outros serão mais fáceis de recuperar essa situação. Agora, tudo isso precisa de muito investimento. E o desenvolvimento sustentável vem com esse conceito. Mas, o que falta mesmo é muita prática nesta questão”, reflete o geógrafo.

O professor comenta, ainda, sobre leis, medidas e outros acordos que giram em torno da temática do desenvolvimento sustentável e meio ambiente e aborda, também, as questões amazônicas.

Ouça o UFPA na Madrugada e fique por dentro do assunto!

Texto: Hojo Rodrigues

Apresentação: Fabrício Queiroz

Produção: Ryan Graves

Gravação e montagem: Eder Monteiro.

Compatilhe !

Id:2501