Rádio Web UFPA comemora dez anos com programação especial

“Estou no Rio de Janeiro, mas acompanho direto o que acontece na Universidade Federal do Pará”, afirma Kátia Calado, em mensagem publicada recentemente na fanpage da Rádio Web. Graduada em Direito pela UFPA, a jurista e professora Kátia ainda se interessa pelo cotidiano da Universidade, mesmo não morando mais no Estado. A Rádio Web UFPA é um dos veículos que permite a advogada manter-se conectada à instituição.

No momento em que tanto se discute o futuro das universidades e seus impactos na sociedade, a Rádio Web UFPA completa dez anos dedicados a divulgar os trabalhos desenvolvidos pela maior instituição de ensino superior da Pan-Amazônia. Para a fundadora do projeto, professora Luciana Miranda, a rádio é um sonho antigo da comunidade acadêmica e resultado de um esforço coletivo de buscar contato com todos os cursos, alunos, professores e sociedade. “Precisamos honrar a história e a população que nós temos. É nossa obrigação, enquanto universidade, produzir e socializar o conhecimento para tornar a vida das pessoas minimamente mais dignas”, declara a pesquisadora.

E para celebrar a primeira década do projeto, será realizada nos próximos dias 31 de maio e 3 de junho uma programação especial com conferência, oficinas e atrações culturais. Um dos destaques é a participação da professora Nair Prata, da Universidade Federal de Ouro Preto. No dia 31 de maio, a pesquisadora vai ministrar a conferência “O papel social do Rádio nos formatos digitais”. Com 18 anos de trabalho em emissoras de rádio, no doutorado, ela desenvolveu tese sobre o tema “Webradio: novos gêneros, novas formas de interação”. Tem 12 livros publicados, além de vários artigos sobre rádio, radiojornalismo e novas tecnologias em rádio.

No mesmo dia ocorre a mesa-redonda “Rádio, ciência e inclusão social”, com a participação das professoras Luciana Miranda, Rosane Steinbrenner e Ana Prado e dos radialistas Beto Amorim, da Rádio Educadora de Bragança, e Ângelo Madson, da Rádio Idade Mídia. Além disso, a Faculdade de Comunicação promoverá uma homenagem ao jornalista e professor Manuel Dutra, profissional com mais de 40 anos de experiência na imprensa e nos cursos de Jornalismo.

Já no dia 3 de junho, o público poderá participar de oficinas de produção de textos radiofônicos, ministrada pelo jornalista Evandro Santos (TV Liberal), de locução pela radialista Rosana Rodrigues (Rádio Cultura FM), e de podcast pela publicitária Cíntia Macedo (Pudimcast).  No mesmo dia, também será realizada uma roda de conversa especial com ex-bolsistas que passaram pelo projeto e vão destacar as experiências vivenciadas por eles nesse processo de formação e aprendizado. Já a animação da festa ficará por conta da Dupla Dinâmica do Brega Mell Pinheiro e Gustavo Mendes e da rapper Thais Badu, que se apresentarão no dia 31 de maio.

Rádio como ambiente de formação profissional e produtos experimentais.

Em dez anos de atividades, cerca de 100 estudantes já passaram pela Rádio Web UFPA como bolsistas ou voluntários. E muitos agora ocupam lugar de destaque no mercado de trabalho. É o caso do jornalista Fernando Gomes, que faz parte da equipe de comunicação do Sistema Fiepa. No período de 2011 a 2013, ele produziu o programa UFPA Ensino e afirma que o aprendizado adquirido foi fundamental para as experiências que vieram depois. “Foi na Rádio Web que realmente me encantei pelo jornalismo, onde encontrei meus primeiros personagens, minhas primeiras boas histórias. Lá, passei por todos os processos, desde a escrita, locução e o ritmo mesmo do jornalismo”.

Experiência semelhante teve o jornalista Luís Fernando Machado. Atualmente repórter da TV Cultura, após sete anos como locutor da Rádio Cultura, ele afirma que as primeiras noções da profissão aconteceram por meio da produção do programa “UFPA na madrugada”, voltado para vestibulandos. Outra experiência dele na Rádio Web foi a apresentação do “Jornal Acontece”, informativo diário da Universidade. Para o futuro da iniciativa, ele deseja que “a Rádio Web continue este trabalho de divulgar tudo o que é produzido em ciência, tecnologia e inovação”.

Ao longo de uma década, além de contribuir para a formação de profissionais, a Rádio também se consolidou como espaço destinado aos projetos experimentais desenvolvidos por alunos e professores da Faculdade de Comunicação, é o que afirma a atual coordenadora da Rádio Web UFPA, professora Ana Lúcia Prado. “Eu considero a rádio uma vitrine para os trabalhos dos alunos e professores. É fundamental para estimular a criatividade dos estudantes e assim novos projetos possam surgir”. Na grade da Rádio, os produtos dos alunos e professores ganham visibilidade no programa “Espaço Experimental”.

O jornalista Fabrício Queiroz viu a rádio nascer enquanto ainda era estudante de jornalismo da UFPA em 2009. Já foi voluntário, bolsista e desde 2012 é um dos responsáveis pela edição e supervisão da Rádio Web UFPA. Ele destaca que ainda há muito o que ser comunicado dentro e fora da instituição.  “A gente busca sempre estabelecer esse diálogo entre o que é produzido na UFPA, o que é produzido na UEPA, na Embrapa, na Unama e outras instituições. Além de abrir espaço para as comunidades e movimentos sociais”. Segundo o jornalista, a expectativa é que essa linha editorial de valorização da educação, da ciência e dos saberes da Amazônia continue.

Para a atual coordenadora da Rádio Web UFPA, professora Ana Lúcia Prado, o maior desafio da Rádio é ampliar o público, fazer-se ainda mais conhecida e se tornar cada vez mais referência de divulgação científica na internet. De acordo com a pesquisadora, o fato de a Rádio estar presente no ambiente digital deve ser visto como uma vantagem. “A Universidade não precisa depender de uma concessão pública, que é um trâmite demorado, para que as pessoas possam conhecer a produção acadêmica da universidade de forma democrática e acessível”.

Sobre a Rádio Web UFPA

Em caráter experimental, a Rádio Web UFPA foi ao ar pela primeira vez durante o Fórum Social Mundial em janeiro de 2009 e inaugurada oficialmente em 29 de maio de mesmo ano, com a proposta de ser um canal de divulgação das atividades científicas e acadêmicas realizadas pela Universidade Federal do Pará. A ideia nasceu dentro de um grupo de pesquisa que investigava sobre Rádio e a importância do veículo na Amazônia, liderado pela professora Luciana Miranda.

Nesses dez anos no ar, a Rádio mantém uma programação regular voltada à divulgação científica com produções radiofônicas que abordam as mais diversas áreas de atuação da Universidade.  Atualmente são 12 programas nessa categoria: UFPA Entrevista, UFPA Debate, Universidade Multicampi, UFPA Ensino, UFPA Pesquisa, UFPA Comunidade, UFPA na Madrugada, Memória Musical, Escurinho do Cinema, Bate-Papo Musical e Radiojornal Acontece, além do novo programa Saest e Você, realizado por meio de parceria entre a Facom e a Superintendência de Assistência Estudantil.

Em 2017, a Rádio Web produziu o webdocumentário “UFPA 60 anos”, em comemoração ao aniversário de seis décadas da instituição. A produção é multimidiática, ou seja, possui textos, vídeos, fotos e áudio armazenados, sincronizados e disponíveis na internet para que o usuário possa acessar o conteúdo e interagir com ele. É um verdadeiro mergulho nas memórias da universidade e nos desafios atuais.

Desde 2016, um convênio firmado entre a Universidade Federal do Pará e a Funtelpa garante a exibição do programa “Sintonize UFPA”, produzido pela Rádio Web e veiculado semanalmente no intervalo do Jornal da Manhã, na Rádio Cultura FM. Por meio das reportagens, as pessoas têm acesso a informações sobre pesquisas e serviços desenvolvidos pela instituição em Belém e nos campi do interior.

Além de tudo isso, um dos diferenciais da Rádio Web UFPA é o banco de dados que dá acesso a parte do acervo de 2.025 programas já produzidos. Com essa ferramenta, o público pode conhecer a produção científica da UFPA de qualquer lugar e a qualquer momento.  Assim, só em 2018, foram contabilizados mais de 59 mil acessos ao site, oriundos principalmente do estado do Pará, mas que também atrai ouvintes de outros estados e países.

Todo o trabalho nesses dez anos de existência rendeu uma homenagem feita pelo Banco da Amazônia a Rádio Web UFPA, no dia Nacional da Imprensa, em 2018. O programa Bate-Papo Musical, que entrevista personalidades do cenário da música paraense e amazônica, garantiu a honraria à webemissora, que está vinculada à Faculdade de Comunicação e ao Instituto de Letras e Comunicação, sendo executada com o apoio da Pró-reitoria de Administração (Proad) e Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp).

Serviço:

Aniversário de dez anos da Rádio Web UFPA

31 de maio, 09h às 18h, no auditório do PPGL/ILC (em frente ao antigo ver-o-pesinho)

Link para programação completa: Rádio Web UFPA – PROGRAMAÇÃO 10 ANOS

Inscrições: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdydmYVQuIw9N_Cdrbhx5ajMXRTE3g8xbygXlB9g-Uz_jIezw/viewform?usp=pp_url

Compatilhe !

Id:5995