Esporte e Lazer

Para conversar sobre esporte e lazer, o UFPA Pesquisa dessa semana recebe integrantes do Hápax – Grupo de estudos e pesquisas em práticas físicas institucionalizadas, educação do corpo, esporte e educação física, ligado à Faculdade de Educação Física da UFPA. O coordenador do grupo, professor doutor Douglas Dias, e as graduandas e bolsistas Verônica Ferreira e Brenda Furtado contam sobre as atividades do Hápax e pesquisas sobre o esporte na região.

Durante o bate-papo, o professor Douglas explica as diferenças entre educação do corpo, esporte e educação física, além da distinção entre esporte institucionalizado, de lazer e de rendimento. Ele comenta que as Olimpíadas são um momento de visibilidade, mas que são necessárias ações mais concretas do poder público para a área, com uma Política Nacional do Esporte, que vem sendo desenhada há alguns anos. Para ele, é preciso pensar não apenas no alto rendimento, que teve algumas políticas públicas direcionadas aos grandes eventos esportivos, mas também na base, como o esporte escolar.

Ao longo do programa, os convidados ainda comentam sobre suas pesquisas na área do esporte. O doutorado do professor Douglas, por exemplo, abordou a relação do belenense com a água ao longo da história e o surgimento dos esportes náuticos na cidade, como as regatas. Sobre esse assunto, a graduanda Verônica estudou a participação feminina em regatas festivas no século XIX e início do XX, inicialmente como espectadoras e depois como atletas – mas sempre com uma ideia de que estavam ali para “embelezar” o evento.

Outro trabalho de Verônica descreveu as atividades realizadas pelo Hápax na UFPA, que além das pesquisas promove práticas esportivas na universidade, como os jogos internos. O estudo avaliou como essas práticas contribuem para a qualidade de vida, sociabilidade e cidadania da comunidade universitária.

Já a pesquisa da graduanda Brenda para seu TCC analisa as políticas para o esporte nas universidades públicas de Belém (UFPA, UEPA e UFRA) e como essas instituições compreendem o esporte. Para ela, que é atleta da seleção de vôlei da UFPA, ainda falta a visão de que o esporte pode ser uma potência para a vida pessoal, pois já viu muitos de seus colegas atletas desistirem de seguir nas seleções universitárias por falta de apoio, até mesmo dos professores, que nem sempre compreendem as ausências dos alunos para competições fora do estado.

Compatilhe !

Id:440