Os usos e apropriações das redes sociais na Amazônia

Você sabe como os povos Aikewára, habitantes do sudeste paraense, usam as redes sociais? E que a inclusão digital dos moradores de Afuá, no arquipélago do Marajó, ocorre mais por via dos smartphones? Essas são algumas peculiaridades da comunicação na Amazônia analisadas em pesquisas.

“Os usos e apropriações das redes sociais na Amazônia” é o tema desta edição do UFPA Pesquisa. Participam do programa, os pesquisadores Diogo Miranda, especialista em Jornalismo Digital e mestre em Ciências da Comunicação com a dissertação “Palafitas digitais: comunicação, convergência, cultura e relações de poder em Afuá”. E Hellen Monarcha, mestra em Comunicação, Linguagens e Cultura e autora da dissertação “Sociedades Indígenas e Redes Sociais: entre dígitos e jenipapo”.

Nossos convidados abordam as particularidades da população amazônica e como elas são integradas ou apresentadas no ambiente virtual. As carências técnicas da comunicação na região e o uso das redes sociais como forma de registro da cultura tradicional também estão na pauta deste UFPA Pesquisa.

Apresentação: Elissandra Batista
Produção e Roteiro: Tainá Oliveira
Gravação e Montagem: João Nilo Ferreira

O UFPA Pesquisa vai ao ar todas as quintas-feiras, às 10h e 21h.
Horários Alternativos: sexta-feira, às 15h / domingo, às 10h.

Compatilhe !

Id:3002